• ATIVIDADES
  • ETNIAS
  • LOCAL E INFRAESTRUTURA
  • GASTRONOMIA

Dia 1

Recepção e check-in, lanche de iguarias Amazônicas – Açaí, Frutas, Caiçuma …

Palestra de Boas Vindas sobre a Busca da Visão e recomendações gerais para nossa melhor experiência.

Recepção das etnias indigenas Huni Kuin (Kaxinawá), Noke-kuin (Katukina) e Nuki-ni – Palestra, Canções, Pinturas e Danças de Boas Vindas

DIA 2

1º Ritual de Kambô com a Etnia Noke Koi (Katukina) que são referência na tradição do Kambô, são conhecimentos que estão ligados diretamente com o processo de estudo dos curadores. Os estudos iniciais de Kambô nesta etapa serão passados pelos Pajés e Curadores das tribos participantes.

Pajelança de Uni com as comitivas, a chamada da força com Ayahuasca e os Espíritos da floresta ancestrais, o primeiro passo de nossa caminhada.

Dia 3

2º Ritual de Kambô com a Etnia Huni Kuin (Kaxinawa) que são referência na tradição do Kambô, são conhecimentos que estão ligados diretamente com o processo de estudo dos curadores. Os estudos avançados de Kambô com Sua Graça Sri Guru Maharaj Acarya Mahasurya Pandit Swami, aonde aprenderemos diagnostico, aplicação, procedimentos de saúde, acompanhamentos, indicações e contraindicações do Kambô.

Passeio na floresta com as Tribos: As plantas mágicas e curativas: conhecimentos e identificação de espécies (taxonomia)

A proposta desta vivência botânica abordará os seguintes tópicos: as plantas sagradas; plantas medicinais encontradas na nossa reserva (breu, samambaia, casca de jatobá) mitos das plantas; visita aos reinados; visita ao partido de sananga; visita aos jagubes plantados na mata; caracteres morfológicos que auxiliam na identificação de algumas espécies de poder.

O objetivo da atividade é: conhecer um pouco do potencial terapêutico da biodiversidade florística amazônica e aprender a reconhecer caracteres morfológicos que auxiliam na identificação destas espécies.

A noite teremos uma caminhada pela noite na mata junto as tribos e medicinas, aonde buscaremos os espíritos das matas Ioshins e Ushanovos. Uma noite magica dentro da Mata.

Dia 4

3º Ritual de Kambô com Sua Graça Sri Guru Maharaj Acarya Mahasurya Pandit Swami, avaliação individual de cada participante.

Curso de Rapé é um estudo avançado em que aprendemos desde a colheita das medicinas, secagem, produção, medicinas usadas, cinzas, tabaco …. Nossos professores serão os feitores das tribos e da Ordem Polimata representada pela Medicinas da Jiboia, Rapé Nawa e Rome Poto.

Pajelança de Uni com as comitivas, a chamada da força com Ayahuasca e os Espíritos da floresta ancestrais, o primeiro passo de nossa caminhada.

Dia 5

Passeio de barco no famoso Rio Croa, aonde temos uma rica fauna e botânica neste igarapé conhecido pelo folclore amazônico, as comunidades ribeirinhas e tribos indígenas que ali habitam, teremos a oportunidade de entrar no rio, degustar a comida regional típica. Um lugar único em biodiversidade, as margens do rio Croa, recebe pessoas do mundo todo, sendo um roteiro indispensável na região do Vale do Juruá.

Nessa oportunidade seremos recebidos pelo povo Shawãdawa numa pequena comunidade ribeirinha, onde iremos conhecer mais sobre as medicinas da floresta e a espiritualidade do povo Arara e participar de uma cerimônia de Ayahuasca.

Dia 6

Neste dia estaremos aprendendo com os txanas as invocações e canções tribais, em outras palavras aprendo a chamar a força e controlar através da música relacionadas aos Ioshins e Ushanovos tribais.

Estudo de Gnose-Vegetal na Ayahuasca com Sua Graça Sri Guru Maharaj Acarya Mahasurya Pandit Swami, aprendermos a mais do que entrar no nagual, mais como se movimentar e associação com mentores, as questões dos adversários dimensionais, controle da força, base de pajelança entre outras questões importantes relacionadas pelo Mestre.

Pajelança de Uni com as comitivas, a chamada da força com Ayahuasca e os Espíritos da floresta ancestrais, o primeiro passo de nossa caminhada.

Dia 7

Estudo de Sananga que é o famoso colírio indígena em que iremos colher, preparar e aplicamos a nossa própria medicina com os estudos também botânicos, preparação, aplicação medicinal, aplicação espiritual.

Estudo pratico de Projeção Astral e Dimensional  com Sua Graça Sri Guru Maharaj Acarya Mahasurya Pandit Swami, ensinamentos essenciais para a realização do ritual de morte xamanica.

Dia 8

Festival Indígena com as etnias participantes e vários convidados de outros povos indígenas, como parte cultural indígenas os festivais de brincadeiras são parte essencial de sua identidade social, estaremos nos pintando com um só povo, brincadeiras, esportes tribas e várias atividades neste dia cheio de surpresas.

No final teremos um ritual e pajelança de gnose-vegetal (ayahuasca) da união das nações, aonde todas as etnias unirão suas forças neste momento de união física, mental e espiritual extremamente rara.

Dia 9

Feitio de ayahuasca, estaremos realizando o feito da ayahuasca da Busca realizado pelos Feitores da Ordem e as Tribos presentes. Estaremos estudando o processo de produção de ayahuasca na pratica, vivenciando a difícil tarefa a ser realizada.

Dia 10

Ritual de Morte Xamanica de ayahuasca em nossa jornada, um mergulho dimensional dentro da floresta e de nós mesmos, em que iremos colocar os ensinamentos aprendidos em nossos estudos em pratica, o comando este ritual será da Ordem Polimata com Sua Graça Sri Guru Maharaj Acarya Mahasurya Pandit Swami junto com convidados do Mestre entre eles arumuyas, pajés e txnas das tribos.

Pajelança de Uni com as comitivas, a chamada da força com Ayahuasca e os Espíritos da floresta ancestrais, o primeiro passo de nossa caminhada

Dia 11

Despedida ritualística dos Povos, da equipe da Busca da Visão, Templo e de Sua Graça Sri Guru Maharaj Acarya Mahasurya Pandit Swami.

Traslado para Cruzeiro do Sul e/ou Aeroporto

* Translado da cidade ou aeroporto para o Templo CZS nos dias determinados, Café-da-manhã, almoço e jantar inclusos.
* Sujeito a mudanças de programação devido a pandemia, tempo entre outras causas possíveis de ocorrer dentro da floresta.

Huni-kuin/Kaxinawa

Os Huni Kuin, ou povo verdadeiro, é uma das etnias mais conhecidas do Acre – uma grande nação, famosa pelo nixipã (ayahuasca) e canções belíssimas que abrem as mirações. Com uma arte muito peculiar em design, realizam ainda tecelagem muito significativa pois se relacionam com as próprias mirações, realizando uma arte dimensional.  Receberemos uma comitiva formada por arumuyas, pajés, curadores e txanas além de representantes do círculo feminino.

Noke Koi / Katukina

Os Noke Koi, termo livremente traduzido como “gente verdadeira”, falam uma lín-gua da família linguística Pano (noke vana) e se reconhecem internamente em seis outras autodenominações, que se referem aos seis clãs nos quais se dividem: Varinawa (povo do Sol), Kamanawa (povo da Onça), Satanawa (povo da Lontra), Waninawa (povo da Pu-punha), Nainawa (povo do Céu) e Numanawa (povo da Juriti)

Com apenas 2 núcleos tribais, famosa pela medicina do Kambô, possui um dos arumuyas e curadores de Kambô mais famosos da região, com grandes txanas com lin-das e hipnotizantes canções chamando a força da floresta. Receberemos uma comitiva formada por arumuyas, pajés, curadores, txanás e o círculo feminino também estará re-presentado.

Shawãdawa / Povo Arara

O povo Arara é uma etnia indígena em recuperação cultural, vivendo em sua maio-ria em rios e igarapés afastados dos centros urbanos. São conhecidos pelo refinamento de sua arte em penas, kanes e artesanato em geral, como os famosos rapés fortes entre outras medicinas da floresta, um povo calmo, tranquilo e de difícil acesso. Receberemos uma comitiva formada por arumuyas, pajés, curadores, txanas e o círculo feminino tam-bém estará representado.

Poyanawa

Povo em recuperação cultural devido a escravidão, eram famosos pelas tatuagens azuis nos rostos e artesanato muito rico. Antigamente eram temidos pelo fato cultural de comerem os seus mortos em grandes cozidos que eram divididos entre a tribo. Hoje são um povo tranquilo em busca de sua identidade cultural 

Ficamos na Ramal São Francisco, 4039 (Acesso via ramal 03) BR-364 – Cruzeiro do Sul Acre (CEP: 69980-000)

De acordo com o Ayurveda, quando acumulamos toxinas no trato digestivo, decorrentes da alimentação, podemos produzir diversos problemas fisiológicos ou emocionais.

Os textos indianos antigos estão repletos de exemplos onde a medicina Ayurvedica é alçada em alto nível quando o assunto é a cura de doenças e manutenção da saúde. É pensando nisso que introduzimos uma alimentação dharmica em nosso cardápio, onde unimos processos de purificação emocional, fisiológico e espiritual para uma conexão plena e saudável durante a jornada do buscador.

Nossa cozinha conta com alimentos vegetarianos, veganos e/ou ayurvedicos para que o Agni (“fogo digestivo”) seja capaz de digerir e eliminar toxinas do organismo, sendo capaz de limpar o sistema digestivo e ampliar a consciência.

O QUE É BUSCA DA VISÃO

O Busca da Visão é um retiro que proporciona o aprofundamento em si, para que os seus limites sejam explorados de uma forma a possibilitar quebras de possíveis crenças limitantes, desbloqueios internos, ampliação de sua experiência mediúnica, o que favorece o fortalecimento e preparo do SER para enfrentar os desafios do dia a dia. Uma imersão com atividades diversas de acordo com o tema proposto, terapias holísticas, dinâmicas, além do ritual com as Ervas de Poder (Ayahuasca, Kambô, Cogumelos, Sananga, San Pedro e Rapé). O autoconhecimento é parte essencial na conexão com Deus, a nossa Mãe

Suprema/Pai Supremo, aquele que não possui nem nome ou forma, que se manifesta em diversas maneiras na nossa vida, e sem saber exatamente quem somos em essência, não há como estreitar esses laços com o DIVINO.

Durante a imersão do Busca da Visão, você terá a oportunidade de explorar novos horizontes, criar novas referências mentais tão importantes para a expansão da consciência, que é o propósito das ervas de poder, ferramenta poderosa que acelera o processo evolutivo do SER de forma exponencial, a partir do momento em que este entra no processo do autoconhecimento, desenvolvimento e fortalecimento espiritual. O resultado desta experiência ímpar é seu crescimento em todos os níveis que de- sejar, o despertar da espiritualidade, o resgate de sua verdadeira essência e de seu Guerreiro NInterior, beneficiando a superação dos desafios que encontrará em seu dia a dia, além de participar do despertar gradativo da humanidade, algo tão necessário e urgente a acontecer neste momento de transição de Eras.

O QUE É BUSCA DA VISÃO

O Busca da Visão é um retiro que proporciona o aprofundamento em si, para que os seus limites sejam explorados de uma forma a possibilitar quebras de possíveis cren- ças limitantes, desbloqueios internos, ampliação de sua experiência mediúnica, o que favorece o fortalecimento e preparo do SER para enfrentar os desafios do dia a dia. Uma imersão com atividades diversas de acordo com o tema proposto, terapias holísticas, dinâmicas, além do ritual com as Ervas de Poder (Ayahuasca, Kambô, Cogumelos, Sananga, San Pedro e Rapé). O autoconhecimento é parte essencial na conexão com Deus, a nossa Mãe

Suprema/Pai Supremo, aquele que não possui nem nome ou forma, que se manifesta em diversas maneiras na nossa vida, e sem saber exatamente quem somos em essência, não há como estreitar esses laços com o DIVINO.

Durante a imersão do Busca da Visão, você terá a oportunidade de explorar novos horizontes, criar novas referências mentais tão importantes para a expansão da consciência, que é o propósito das ervas de poder, ferramenta poderosa que acelera o processo evolutivo do SER de forma exponencial, a partir do momento em que este entra no processo do autoconhecimento, desenvolvimento e fortalecimento espiritual. O resultado desta experiência ímpar é seu crescimento em todos os níveis que de- sejar, o despertar da espiritualidade, o resgate de sua verdadeira essência e de seu Guerreiro NInterior, beneficiando a superação dos desafios que encontrará em seu dia a dia, além de participar do despertar gradativo da humanidade, algo tão necessário e urgente a acontecer neste momento de transição de Eras.

AYAHUASCA

Medicina milenar obtida a partir da decocção do Jagube (Banisteriopsis caapi) e das folhas de Chacrona (Psychotria viridis), atua na expansão cognitiva e sinestésica em ritualística ímpar, antes um privilégio reservado apenas aos Pajés e curadores das tribos da região Amazônica. É considerada uma das mais importantes ferramentas de expansão da consciência e o refinamento na busca do autoconhecimento.

RAPÉ

Produzido a partir da moagem de tabaco orgânico, cinzas de cascas de árvores e ervas medicinais, é uma das medicinas da floresta mais difundidas atualmente. Usado isoladamente ou como um complemento ao ritual da Ayahuasca, o rapé possui aplicações tão diversas quanto os tipos existentes: meditação, limpeza física, conexão com espíritos de cura e da floresta e outros tratamentos específicos.

SANANGA

O nome Sananga representa pelo menos cinco espécimes diferentes de plantas, sendo a Tabernamontana Sanaho a mais comum, cujas raízes são preparadas para extrair a medicina indígena para os olhos. Sua composição possui ardência característica que dura apenas por alguns minutos, mas traz benefícios comprovadamente eficazes para diversas patologias oftalmológicas.

KAMBO

KAMBO

A secreção corporal da Phylomedusa Bicolor, uma perereca gigante que vive nas árvores da região do Acre, é reconhecida mundialmente como uma das mais completas e potentes medicinas da floresta. Atua diretamente no estímulo do sistema imunológico e é alvo de diversos estudos ao redor do mundo onde se destacam o Japão, Alemanha e Estados Unidos.

Nossa
comitiva

Śrī Guru Mahārāja Ācārya Mahāsūrya Paṇḍit Svāmī

Mestre e fundador da Irmandade Polimata! Arumuya Kane

Nossa
comitiva

André Kablukow

Comandante, Administrativo, Músico e Curador

Eduardo Augusto Pereira

Comandante Musical

Śrī Guru Mahārāja Ācārya Mahāsūrya Paṇḍit Svāmī

Mestre e fundador da Irmandade Polimata! Arumuya Kane

Iara Padula

Comandante, Terapeuta e Mestra Espiritual

DEPOIMENTOS NOSSA COMITIVA

DEPOIMENTOS DOS BUSCADORES

INVESTIMENTOS

1º Lote até 14 de abril de 2022

Os 3 primeiros buscadores ganham

• 1 diária extra no Hostel Nagual
• 1 rapé
• 1 kanê

Os 10 primeiros buscadores ganham

• 1 diária extra no Hostel Nagual
• 1 rapé
× Como posso te ajudar?